Nota da CNAPOA

Diante as novas detenções de companherixs afines, partilhamos a informação que vêm desde o território que tenta ser controlado pelo estado chileno. Mandamos uma força aos companheirxs que assumem com dignidade a detenção. São sempre a força que move nossos corações e a nossa raiva. A nossa solidariedade tá com vcs!

 

URGENTE: dois companheirxs detidos pelo incêndio criminoso em um ônibus da Transantiago. Chile

bus

No dia 7 de abril, as 02 horas , o ônibus transantiago Tour 2010 ficou completamente queimado na sua parada da Estação Central. Em poucos minutos, a policia pegou os companheirxs Natalia Collao (24) e Javier Pino (27 anos) acusando-os do incêndio em ruas próximas ao local .

De acordo com informações da imprensa e da policia, os companheiros abordaram o ônibus em Cuming e Alameda, em seguida, desceram na esquina Equador e Con, minutos antes do ônibus começar a se queimar. Segundo a polícia, o Motorista teria reconhecido elxs.

O caso foi levado pela Procuradoria Sul especialista em assuntos da miserável lei antiterrorista. Embora não esteja claro em que lei serão formalizadxs xs companheirxs, a Administração já lançou uma ação judicial sob a acusação de incêndio.

Ao momento deles passarem frente á carniça jornalística, tanto Natalia e Javier caminharam cabeça erguida contra o tumulto de abutres , com alta dignidade, Javier apontou alto: Abaixo a sociedade patriarcal e antropocêntrica !

A próxima audiência é na sexta-feira 10 de abril, às 10hrs. Atualmente tanto Natalia como Javier permanecem na triagem de San Miguel e Santiago 1, respectivamente.

 Solidariedade Insurgente comxs companheirxs Javier e Natalia !

Força e coragem compas!

 

Urgente. Nova prisão no caso contra Juan e Nataly. Enrique companheiro detido, acusado do ataque explosivo á estação do mero Las Condes

enrique

Às 14 horas do dia 06 de abril, os policiais pararam o parceiro Enrique Amadeo Alfonso Guzman na casa da sua família em Puente Alto. Esta detenção faz parte do processo contra Juan, Nataly e William , após a investida repressiva do 18 de setembro do ano 2014.

Enrique teria sido perseguido pela policia os últimos 25 dias, para rastrear e deter ele. Soube-se que Enrique era a visita de Juan e Nataly na cadeia, numa exibição da proibição dos relacionamentos e vínculos com companheirxs presxs, e a necessidade que tem o Estado de ilegalizar os afetos rebeldes.

Diante da imprensa Enrique se mostrou digno e com cabeça erguida, xingando aos jornalistas que assediaram ele.

A audiência pra formalização contra o companheiro será na Segunda-feira, 13 abril, 10 hrs.

 Solidariedade com Juan, Nataly e Enrique!!!

Retirado de Publicacion Refractario

https://publicacionrefractario.wordpress.com/

Adicionamos também uma nota da imprensa chilena onde pode se assistir un video do incêndio.

http://www.soychile.cl/Santiago/Policial/2015/04/07/314808/Investigan-incendio-de-un-bus-del-Transantiago-en-Estacion-Central.aspx

 

Advertisements